• Abrigo Frei Otto

Juntos contra o COVID - 19

O que é coronavírus? (COVID-19)


Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus, descoberto em dezembro de 2019 após casos registrados na China, provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).



O que você precisa saber e fazer. Como prevenir o contágio:

Período de incubação do coronavírus


Período de incubação é o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a infecção por coronavírus, que pode ser de 2 a 14 dias


Período de transmissibilidade do coronavírus


De uma forma geral, a transmissão viral ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas É possível a transmissão viral após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecido para o coronavírus. Durante o período de incubação e casos assintomáticos não são contagiosos.


Quais são os sintomas do coronavírus?


Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o coronavírus (SARS-CoV-2) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença. Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:


  • Febre.

  • Tosse.

  • Dificuldade para respirar.


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:


  • gotículas de saliva;

  • espirro;

  • tosse;

  • catarro;

  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe.


Como é feito o tratamento do coronavírus?


Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).

Uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.


Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e todos os demais profissionais de saúde estão trabalhando arduamente nos hospitais e unidades de saúde em todo o país. A epidemia é dinâmica, assim como devem ser as medidas para minimizar sua disseminação. “Ficar em casa” é a resposta mais adequada para a maioria das cidades brasileiras neste momento, principalmente as mais populosas.

FONTES: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#transmissao

https://www.infectologia.org.br/


28 visualizações