• Abrigo Frei Otto

Abrigo Frei Otto: combate ao COVID -19

Medidas que estão sendo tomadas pela instituição em relação ao Covid - 19, seguindo orientações de diversos órgãos responsáveis:


Comportamento pessoal

• Não apenas funcionários e moradores, mas também prestadores de serviços, dentre outros, devem seguir as boas práticas de prevenção, como lavar as mãos - de preferência com sabão líquido ou em gel - e esterilizá-las com álcool a 70° ou álcool gel. Todos estão cientes dessas medidas. • Os funcionários podem lembrar ou ajudar constantemente os idosos a manter uma boa higiene pessoal.

Ao chegar na unidade, e antes de iniciar suas atividades, os profissionais estão sendo orientados a : Lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, evitando levá-las aos olhos, nariz e boca, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las.

A lavagem das mãos deve ser repetida diversas vezes ao dia, especialmente antes e após a realização de tarefas que impliquem em contato próximo com os acolhidos (como alimentação e higiene dos acolhidos, dentre outros).

Medidas dentro da instituição

• Diariamente, todos que trabalham na instituição - não apenas os prestadores de cuidados (cuidadores, enfermeiros, outros profissionais de saúde) que têm contato com idosos, mas também os funcionários de escritório: é recomendado a medição de temperatura antes de sair para trabalhar (até o momento a instituição não possui termômetros do tipo '' infravermelhos '' para tal medição).

Os funcionários estão sendo orientados a medir a temperatura corporal dos residentes da casa todos os dias.

• Maçanetas, corrimãos, mesas e cadeiras de uso comum estão sendo devidamente limpos com álcool a 70º ou uma solução desinfetante.

• Instalação de dispensadores com álcool em gel em locais de fácil acesso à equipe e aos acolhidos para que façam uso sempre que necessário, em especial na entrada da unidade e próximo aos banheiros e dormitórios.

• Também da saúde mental dos moradores: a comunicação pessoal afetuosa pode aliviar a ansiedade. Tentando manter as rotinas e a vida normal, guardadas as precauções citadas acima.


Interação com o ambiente externo


• As visitas foram suspensas temporariamente, até que a situação se normalize.


Medidas preventivas para o surgimento de suspeitas de casos


Em caso de suspeita de sintomas como: febre de 37,5° ou mais, fraqueza severa ou falta de ar, o profissional que identificar o caso deve fornecer imediatamente ao morador a máscara cirúrgica e encaminhá-lo para o local de isolamento na unidade de atendimento o mais rápido possível. Os profissionais que prestarem assistência direta ao paciente suspeito de síndrome gripal DEVEM UTILIZAR OS EPIs (máscara cirúrgica, luvas, capote/avental descartável, protetor ocular ou da face). Entrar imediatamente em contato com médico de referência e seguir as instruções. Se as autoridades de saúde exigirem que o paciente vá a um estabelecimento de saúde, cumprir suas instruções imediatamente. Evitar o transporte público. O morador deve sempre usar uma máscara. A equipe/profissional que está atendendo o morador deve estar em uso dos EPIs. Após a transferência para uma instituição de saúde, limpar e desinfetar completamente a área onde o(a) residente permaneceu. A Garantia de um quarto para que cada caso suspeito permaneça em isolamento, definir um espaço reservado temporariamente para este fim.

Moradores cujos sintomas respiratórios tenham sido tratados em unidades médicas ao retornarem à instituição devem ser mantidas em observação em um quarto separado por 14 dias (quarentena). Os residentes em isolamento ou quarentena devem receber cuidados de qualidade em tempo hábil e apoio emocional, ou seja, conversar com eles, escutá-los, ser gentil e demonstrar que o isolamento é necessário, mas será por tempo limitado.


ORIENTAÇÕES DOS ÓRGÃOS MUNICIPAIS , ESTADUAIS, FEDERAIS E INTERNACIONAIS:


Informações sobre a utilização da verba do convênio na prevenção, dentre outros:

Gerência de Gestão de Parcerias (GGPAR): bit.ly/GestãodeParceriasGGPAR


Orientações Gerais:

Vigilância Sanitária: bit.ly/VigilanciaSanitária


Ministério da Cidadania: bit.ly/MinisterioCidadania

Centro Internacional de Longevidade: bit.ly/InternacionaldeLongevidade

SSVP/ Conselho Nacional do Brasil: bit.ly/CNB021




0 visualização